Quem é Andrey do Amaral? Bibliotecário comunitário, agente literário, professor de literatura, etc

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Andrey do Amaral (1976), professor de literatura, licenciado em Letras com pós-graduação em Língua Portuguesa, Gestão Cultural, Educação a Distância, Acessibilidade Cultural e um MBA em Marketing. Com seu trabalho, recebeu — entre outros — prêmios da Fundação Biblioteca Nacional (2002), Ministério da Cultura (2008), Fundação Casa de Rui Barbosa (2010), Letras Nordestinas (2011), Rede Solidária Anjos do Amanhã, da Vara de Infância e Juventude do TJDFT (2014) e indicado ao Prêmio Cultura e Cidadania da Secretaria de Cultura do DF (2018). Seus livros autorais foram publicados pela editora Ciência Moderna. Dedica-se à pesquisa da vida/obra do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Presta consultoria sobre projetos sociais e editoriais, desenvolvendo produtos nessas áreas. Trabalhou nas Diretorias de Direitos Intelectuais e de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, ambas do MinC. É parecerista de projetos culturais do Ministério da Cultura, das Secretarias de Cultura do Distrito Federal e do Estado do Mato Grosso do Sul e dos municípios de Uruaçu-GO, Campo Grande-MS e Lages-SC. É também agente literário de grandes autores nacionais.

O que fazemos?

Este é nosso Ponto de Leitura, credenciado pelo Ministério da Cultura. O que fazemos aqui? Empréstimo, doação e venda de livros. Agenciamento literário sustentável, pensando em acessibilidade e no fomento cultural. Consultoria e representação. Promoções, matérias, reportagens, indicações, autores agenciados, licitações, prêmios literários, orientação, dicas sobre publicação e muito mais.

Clique no banner e compre na Livraria Cultura

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Fomos finalistas do Jabuti 2018

Nosso projeto foi finalista do Jabuti 2018. Infelizmente não trouxemos o troféu. Ficamos felizes, entretanto, só de sermos indicados entre os 10 (pra nós a indicação já foi o prêmio). Concorremos com SENAC, SESI, SESC. Quem ganhou foi a UFRJ. Só os gigantes. Nosso projeto entrou na publicação do Jabuti com nosso propósito reconhecido e validado. Também participamos do MICBR, de 5 a 11 de novembro, em uma semana de intensa atividade. Amamos o livro e suas infinitas possibilidades. Segue a luta pela cultura.




sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Sol Nascente - Dia das Crianças

A Biblioteca Comunitária Andrey do Amaral esteve presente na grande comunidade Sol Nascente, Ceilândia Norte-DF, a maior favela da América Latina segundo a mídia brasiliense. Alegramos o Dia das Crianças com cultura e amor para 250 crianças, as quais tiveram um dia feliz na dura e hostil realidade do Sol Nascente. Participe conosco.

Andrey do Amaral, coordenador-geral da biblioteca comunitária


Lanche para as crianças do Sol Nascente

Lazer em um dia de cultura e diversão para crianças do Sol Nascente

sábado, 6 de outubro de 2018

Cultura para crianças com fissura palatal

Nossa biblioteca comunitária Andrey do Amaral esteve presente em ações de cultura na antecipação do Dia das Crianças hoje, 06/10/2018, no Cine Brasília em um dia de alegria para meninos e meninas com lábio leporino (fissura palatal). Houve contação de histórias, pintura, cinema, livros e muito mais. O filme exibido foi Ferdinand. E o melhor sem a presença de candidatos e políticos oportunistas. Felicidade para mais de 500 pessoas. Para 2019, já estamos recebendo ajuda.

Corália, da ABRAFIS, Sissa Santos e Andrey do Amaral

Andrey do Amaral, da biblioteca comunitária


A contadora de histórias Sissa Santos


Sissa Santos encantando a plateia

Público esperando o início do filme Ferdinando

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Finalistas do 60º Prêmio Jabuti

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou no dia 04/10/2018 os finalistas do 60º Prêmio Jabuti. Andrey do Amaral, publisher e agente literário, é um dos finalistas na categoria Inovação.

Nesta edição, o Prêmio Jabuti anunciou diversas mudanças voltadas ao leitor e ao mercado. Entre as novidades estão: a reorganização das categorias em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação; a criação da categoria Formação de Novos Leitores, dedicada a ações de incentivo a leitura; as inscrições com preços mais acessíveis para autores independentes; e a premiação dos primeiros classificados de cada categoria, que receberão R$ 5 mil cada.

Além disso, só haverá um grande vencedor do Jabuti, que poderá ser tanto de Ficção quanto Não Ficção. Concorrem ao prêmio de Livro do Ano, no valor de R$ 100 mil, os vencedores das categorias dos Eixos Ensaios e Literatura.

Nosso projeto Transversalidades de Incentivo e promoção à Leitura foi selecionado pela curadoria do Prêmio Jabuti no Eixo: Inovação, na categoria Formação de Novos Leitores. Sabemos que é difícil vencer os concorrentes, mas a indicação entre os 10 melhores já é uma vitória. Vencendo ou não, continuaremos dedicando nossa vida ao livro.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Feira de Iniciativas Econômicas Solidárias

Nós da Biblioteca Itinerante Andrey do Amaral participamos do Conecta IF, promovido pelo Instituto Federal Brasília, e lá com nossa parceira Chica do Lacre no stand das Iniciativas Econômicas Solidárias. Acreditamos no conceito de economia solidária e praticamos em nosso cotidiano.


quarta-feira, 27 de junho de 2018

BIG Festival

Andrey do Amaral no Big Festival

A editora Pergunta Fixar foi escolhida para participar de diversas atividades de networking e de conteúdo em um dos maiores eventos de jogos independentes da América Latina: o Brazil’s Independent Games Festival (BIG), que ocorre de 26 de junho a 1º. de julho no Centro Cultural São Paulo (SP) e no Centro Cultural Oi Futuro (RJ).  O festival promove workshops, palestras, rodadas de negócio, competição de jogos nacionais e internacionais. 
A Pergunta Fixar tem o apoio do Brazilian Publishers, projeto setorial de fomento à exportação de conteúdo editorial nacional, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O projeto fechou uma parceria com o BIG para integrar a participação das editoras no evento por meio de rodadas de negócios e sessões de pitching, que são apresentações voltadas para players do mercado com o objetivo de viabilizar futuras parcerias.
Durante o BIG, a editora realizará reuniões com desenvolvedores e produtoras de jogos, participará do Pitch de Book e de uma apresentação na sessão Do Livro à Tela com o case do livro “Um Soco na Alma” das autoras Beatriz Schwab e Wilza Meireles. Publicado pela Pergunta Fixar, a obra foi comprada pela Rede Globo e utilizada como referência bibliográfica para a novela “O Outro Lado do Paraíso”.
O publisher da Pergunta Fixar, Andrey do Amaral, afirma que o evento é uma oportunidade para integrar as linguagens culturais. “A indústria de jogos eletrônicos é muito versátil e pode absorver livros para serem desenvolvidos como jogos. Por isso, visualizamos uma oportunidade de adaptação de nossos títulos para os games”, disse.
Amaral também conta que a editora está em busca de inserir a nova literatura contemporânea no exterior e o Brazilian Publishers tem contribuído para esse objetivo. “Sem esse projeto, a Pergunta Fixar nunca teria tido a chance de participar de grandes eventos internacionais e de rodadas de negócios com editores do mundo”, detalha.
Em 2019, a editora vai publicar sua primeira obra internacional “A Idade da Chuva” com autoria da escritora franco-russa Olga de Benoist.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

A Literatura como Terapia

A convite da psicóloga Ana Maria Coelho, o agente literário Andrey do Amaral falará sobre publicações e mercado editorial com o tema A Literatura como Terapia. O evento compõe o Espaço InterAção da Livraria Leitura.

Evento gratuito
 
Andrey do Amaral
Agenciamento literário e representação

PUBLICIDADE: Compre no Submarino clicando aqui