Andrey do Amaral: agente literário, autor, professor de literatura

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Andrey do Amaral (1976), professor de literatura, licenciado em Letras com pós-graduação em Língua Portuguesa, Gestão Cultural, Educação a Distância, Acessibilidade Cultural e um MBA em Marketing. Com seu trabalho, recebeu — entre outros — prêmios da Fundação Biblioteca Nacional (2002), Ministério da Cultura (2008), Fundação Casa de Rui Barbosa (2010), Letras Nordestinas (2011). Além destes, a Vara de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) concedeu-lhe um prêmio por suas iniciativas de projetos socioculturais (2014). Seus livros autorais foram publicados pela editora Ciência Moderna. Dedica-se à pesquisa da vida/obra do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Presta consultoria sobre projetos sociais e editoriais, desenvolvendo produtos nessas áreas. Trabalhou nas Diretorias de Direitos Intelectuais e de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, ambas do MinC. É parecerista de projetos culturais do Ministério da Cultura, das Secretarias de Cultura do Distrito Federal e do Estado do Mato Grosso do Sul e dos municípios de Uruaçu-GO, Campo Grande-MS e Lages-SC. É também agente literário de grandes autores nacionais.

O que fazemos?

Venda de livros. Agenciamento literário sustentável, pensando em acessibilidade e no fomento cultural. Consultoria e representação. Promoções, matérias, reportagens, indicações, nossos autores agenciados, licitações, prêmios literários, orientação, dicas sobre publicação e muito mais.

Clique no banner e compre na Livraria Cultura

quarta-feira, 5 de março de 2008

Contos escolhidos


Projecto Editorial, 2005, 14cm X 21cm, ISBN 85-88401

Projeto desenvolvido para a Secretaria de Cultura do Distrito Federal. Nesta coletânea o leitor irá se deliciar com clássicos brasileiros como: O número da sepultura, de Lima Barreto; A morte da porta-estandarte, de Aníbal Machado; O cavalo que bebia cerveja, de Guimarães Rosa; Orgia, de Dinah Silveira de Queiroz; Conto para velhos, do poeta Olavo Bilac (isso mesmo! Um conto de Bilac), entre outros.

“Andrey do Amaral organizou de um vasto repertório de preciosidades do conto clássico brasileiro, algumas de suas pérolas de comunicabilidade. Sua intenção foi a de conduzir o leitor iniciante ao universo da palavra, mas de um modo não rebuscado nem erudito. Também não discorreu acerca dos textos ou tentou revelar-lhes os "segredos". Evitou realizar qualquer comentário crítico. Quis apenas iniciar os interessados no ato de ler. E também pretendeu levar àqueles que já se aventuram pelo encantamento da literatura alguns modelares contos de entretenimento. Conseguiu. Aqui é possível entrar em contato com pequenas jóias da prosa de Machado de Assis, Olavo Bilac, Lima Barreto, João do Rio, entre outros; breves histórias coligadas com muito bom gosto, de um jeito tão despretensioso e compacto que é possível ler todo o livro numa simples viagem de ônibus.”

O editor

PUBLICIDADE: Compre no Submarino clicando aqui