Andrey do Amaral: agente literário, autor, professor de literatura

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Andrey do Amaral (1976), professor de literatura, licenciado em Letras com pós-graduação em Língua Portuguesa, Gestão Cultural, Educação a Distância, Acessibilidade Cultural e um MBA em Marketing. Com seu trabalho, recebeu — entre outros — prêmios da Fundação Biblioteca Nacional (2002), Ministério da Cultura (2008), Fundação Casa de Rui Barbosa (2010), Letras Nordestinas (2011). Além destes, a Vara de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) concedeu-lhe um prêmio por suas iniciativas de projetos socioculturais (2014). Seus livros autorais foram publicados pela editora Ciência Moderna. Dedica-se à pesquisa da vida/obra do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Presta consultoria sobre projetos sociais e editoriais, desenvolvendo produtos nessas áreas. Trabalhou nas Diretorias de Direitos Intelectuais e de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, ambas do MinC. É parecerista de projetos culturais do Ministério da Cultura, das Secretarias de Cultura do Distrito Federal e do Estado do Mato Grosso do Sul e dos municípios de Uruaçu-GO, Campo Grande-MS e Lages-SC. É também agente literário de grandes autores nacionais.

O que fazemos?

Venda de livros. Agenciamento literário sustentável, pensando em acessibilidade e no fomento cultural. Consultoria e representação. Promoções, matérias, reportagens, indicações, nossos autores agenciados, licitações, prêmios literários, orientação, dicas sobre publicação e muito mais.

Clique no banner e compre na Livraria Cultura

sábado, 29 de dezembro de 2012

2016 é o novo prazo de implementação do Novo Acordo Ortográfico


Foi publicado no Diário Oficial da União (28/12/2012, Seção 1, pág. 9) o Decreto nº 7.875, concedendo maior prazo para a implementação total do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

Talvez aí estejam a oportunidade e o momento para inclusão dos professores da Língua a fim de contribuírem com eventuais mudanças do Acordo. Um grupo interministerial (formado por integrantes dos ministérios das Relações Exteriores, da Educação e da Casa Civil) é o responsável pelas negociações do Acordo.

Embora desde 2008 as novas  já tenham sido adotadas pelos setores públicos e privados, em especial o mercado editorial, agora somente em  1º de janeiro de 2016 acontecerá a obrigatoriedade. Então, as duas ortografias serão aceitas até 31 de dezembro de 2015.
Para aprender um pouco mais sobre o tema, compre o livro Novo (e Divertido) Acordo Ortográfico (Ciência Moderna, 2009) do premiado professor, agente literário e escritor Andrey do Amaral. Já nas melhores lojas. Disponível também em formato digital (e-book).

Abaixo segue na íntgra o decreto presidencial.



DECRETO Nº 7.875, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012


Altera o Decreto no 6.583, de 29 de setembro
de 2008, que promulga o Acordo
Ortográfico da Língua Portuguesa.

A PRESIDENTEA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, Caput, inciso IV, da Constituição,

D E C R E T A :

Art. 1º O Decreto no 6.583, de 29 de setembro de 2008,
passa a vigorar com as seguintes alterações:
"Art. 2º ...................................................................................
Parágrafo único. A implementação do Acordo obedecerá ao período de transição de 1º de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2015, durante o qual coexistirão a norma ortográfica atualmente em vigor e a nova norma estabelecida." (NR)
Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 27 de dezembro de 2012; 191º da Independência e 124º da República.

DILMA ROUSSEFF
Ruy Nunes Pinto Nogueira
http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=9&data=28/12/2012


Andrey do Amaral

Agenciamento e representação
                                                         www.mercadoeditorial.com.br

 

PUBLICIDADE: Compre no Submarino clicando aqui