Andrey do Amaral: agente literário, autor, professor de literatura

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Andrey do Amaral (1976), professor de literatura, licenciado em Letras com pós-graduação em Língua Portuguesa, Gestão Cultural, Educação a Distância, Acessibilidade Cultural e um MBA em Marketing. Com seu trabalho, recebeu — entre outros — prêmios da Fundação Biblioteca Nacional (2002), Ministério da Cultura (2008), Fundação Casa de Rui Barbosa (2010), Letras Nordestinas (2011). Além destes, a Vara de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) concedeu-lhe um prêmio por suas iniciativas de projetos socioculturais (2014). Seus livros autorais foram publicados pela editora Ciência Moderna. Dedica-se à pesquisa da vida/obra do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Presta consultoria sobre projetos sociais e editoriais, desenvolvendo produtos nessas áreas. Trabalhou nas Diretorias de Direitos Intelectuais e de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, ambas do MinC. É parecerista de projetos culturais do Ministério da Cultura, das Secretarias de Cultura do Distrito Federal e do Estado do Mato Grosso do Sul e dos municípios de Uruaçu-GO, Campo Grande-MS e Lages-SC. É também agente literário de grandes autores nacionais.

O que fazemos?

Venda de livros. Agenciamento literário sustentável, pensando em acessibilidade e no fomento cultural. Consultoria e representação. Promoções, matérias, reportagens, indicações, nossos autores agenciados, licitações, prêmios literários, orientação, dicas sobre publicação e muito mais.

Clique no banner e compre na Livraria Cultura

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Guadalajara e França


Depois de São Paulo e do Rio de Janeiro, na segunda-feira, (31/08), duas oficinas em Brasília mobilizaram o público-alvo para os editais que irão apoiar delegações de empreendedores à Feira Internacional do Livro de Guadalajara (FIL) e ao Museum Connections, em Paris. A programação de Brasília ocorreu na tarde desta terça-feira, (1º/09), na Sala Cássia Eller, na Funarte. 
 
Publicado no dia 14 de agosto, o edital para a FIL 2015 segue com inscrições abertas até o dia 13 de setembro. Já as inscrições para o edital do Museum Connections tiveram início em 25 de agosto e prosseguem até 23 de setembro. Ambas oportunidades fazem parte do projeto Conexão Cultura Brasil #negócios, realizado pela Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (SPC/MinC). Os interessados em participar podem acessar o sistema SALICWeb.  
 
As oficinas foram ministradas por João Pedro Martins, coordenador de Informações da Diretoria de Empreendedorismo, Gestão e Inovação da SPC, com a participação de Andrey do Amaral, da Secretária de Educação e Formação Artística e Cultural (Sefac/MinC). Na ocasião, foram dadas informações sobre como participar dos editais. "As oficinas são importantes porque contribuem para assegurar maior representatividade dos setores envolvidos em nossas delegações", explicou João Pedro.
 
Artista e empreendedor da cadeia de museus, Alexandre Rangel trabalha com vídeos, softwares interativos e projeções. Já participou de eventos no Museu da República, em Brasília, e no Museu de Arte Digital de Taipé, em Taiwan, entre outros. Rangel considerou muito interessante a ideia das oficinas. "Achei louvável a chance de podermos nos informar sobre o edital, até para saber se realmente eu me enquadro nas exigências e se posso participar", disse. 
 
Escritora com mais de 30 livros infantis publicados e finalista do Prêmio Jabuti em 2014, Alessandra Roscoe veio em busca de informações sobre o edital para a FIL 2015. Ela também promove no Distrito Federal o Festival Itinerante de Leitura Uni Duni Ler – Todas as Letras. "Muito legal essa iniciativa de promover a ida de empreendedores do nosso setor à Feira de Guadalajara, uma das mais importantes do mundo, ainda mais no meu caso, que estou com um convite para publicar um livro por uma editora espanhola", contou a autora. 
 
Dinorá Couto Cançado, escritora e agente cultural, também compareceu à oficina dedicada ao edital da FIL. Ela trabalha com livros em braile e gravados para portadores de necessidades especiais visuais. "Vou multiplicar o que aprendi nestas oficinas. Precisamos divulgar esse tipo de política pública, tão importante para apoiar a cultura brasileira e divulgá-la internacionalmente", afirmou Dinorá. 
 
A FIL 2015 será realizada em Guadalajara, no México, de 28 de novembro e 6 de dezembro. Já o Museum Connections terá lugar na capital francesa nos dias 20 e 21 de janeiro de 2016.
 
Texto Marcelo Araújo
 
 
 
Andrey do Amaral
Agenciamento literário e representação

PUBLICIDADE: Compre no Submarino clicando aqui