Andrey do Amaral: agente literário, autor, professor de literatura

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Andrey do Amaral (1976), professor de literatura, licenciado em Letras com pós-graduação em Língua Portuguesa, Gestão Cultural, Educação a Distância, Acessibilidade Cultural e um MBA em Marketing. Com seu trabalho, recebeu — entre outros — prêmios da Fundação Biblioteca Nacional (2002), Ministério da Cultura (2008), Fundação Casa de Rui Barbosa (2010), Letras Nordestinas (2011). Além destes, a Vara de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) concedeu-lhe um prêmio por suas iniciativas de projetos socioculturais (2014). Seus livros autorais foram publicados pela editora Ciência Moderna. Dedica-se à pesquisa da vida/obra do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Presta consultoria sobre projetos sociais e editoriais, desenvolvendo produtos nessas áreas. Trabalhou nas Diretorias de Direitos Intelectuais e de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, ambas do MinC. É parecerista de projetos culturais do Ministério da Cultura, das Secretarias de Cultura do Distrito Federal e do Estado do Mato Grosso do Sul e dos municípios de Uruaçu-GO, Campo Grande-MS e Lages-SC. É também agente literário de grandes autores nacionais.

O que fazemos?

Venda de livros. Agenciamento literário sustentável, pensando em acessibilidade e no fomento cultural. Consultoria e representação. Promoções, matérias, reportagens, indicações, nossos autores agenciados, licitações, prêmios literários, orientação, dicas sobre publicação e muito mais.

Clique no banner e compre na Livraria Cultura

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Casimiro de Abreu, Barra de São João (RJ)

Estive de férias e visitei quase toda a Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. A beleza natural do lugar é indescritível. Uma cidadezinha me marcou e me fez lembrar das aulas de literatura. Estive no Casarão do grande Casimiro de Abreu, em Barra de São João (RJ). Infelizmente, a casa está sem acervo e num abandono total por parte da prefeitura e do Governo Estadual. É a memória do autor de Meus oito anos deixada ao acaso. Mas vale a visita. O povo de lá é muito acolhedor. Voltarei!
Na entrada do Casarão de Casimiro de Abreu
Só um cômodo da casa possui acervo do poeta

Eu ao lado da estátua de Casimiro

Andrey do Amaral

PUBLICIDADE: Compre no Submarino clicando aqui